Delírios




O barulho das cores
sobre o redemoinho de flores
música aos meus olhos
O brilho do caminho
ofuscava meu pensar

Meus pés cantavam sonhos
dueto em sol sustenido
dissonante de fá maior na sétima

O corpo se esvaindo em pressa
mal ouvia as sombras projetadas
na soleira
Vento corta, vento guia
Gritaria, desarmonia

Algozes se aproximam
chibatas imponentes
caras arcadas para cima
sol poente
mato seco
falsa alegria

Noite adentro
corpo quente
alma pura, doce e fria
palavras encantantes
suave companhia


Maria de Fátima Méres de Morais




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AQUELA ÁRVORE

PAI

ILUSÃO