Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

ME LEVA

Imagem
No barco da vida
sem rumo, sem vela
Mar a dentro, vento em polpa
Perdida no tempo
sem pressa,
sem choro
só remando
Que delícia, que gostoso
Acalento de brisa salgada
cheiro de saudade
gosto de paixão

Alma pirata
jeito pescador
Piloto ou remador
Dias, meses, anos, eras
Vou ficando, acostumando
Só Eu e o Mar
Lembrando histórias
Cantando ao luar
Sempre chegando,
sem nunca chegar

Dias, noites
sol ou chuva
Sou Eu ou sou o Mar
Num só pensamento
na mesma visão
um só coração
Meu tempo se esvaindo
escorrendo entre meus dedos
A vida não vai esperar
O Mar fingi que me leva
e eu finjo acreditar

Maria de Fátima Méres de Morais

CORAÇÃO SEM CENSURA

Imagem
Vai coração, me entrega por inteiro
Diz logo quem eu sou
Não mande recado, nem faça rodeio
Sou dona dessa fama,
não vou mais esconder

Vê se não mente
Ranhuras não se esquece
Tristezas acontecem
Quando menos se espera
Lá vai mas um sofredor

Aprende a viver
Nem tudo é prá sempre
Perder também faz parte
"Dar a volta por cima"
é que faz a diferença e
determina o verdadeiro Vencedor

Batalhas e guerras
é questão só de estratégia
Entre a coragem e o medo
só existe você
Você é quem decide o que vai ser!?!

Maria de Fátima Méres de Morais

Precisões

Imagem
Preciso Falar Falar de riquezas Falar de pobrezas Falar de amores Falar de idéias Falar de gentes Falar por Falar
Preciso Contar Contar sentimentos Contar pensamentos Contar segredos Contar sonhos Contar ilusões Contar sem contar
Preciso Cantar Cantar vida Cantar natureza Cantar essências Cantar ventanias Cantar calmarias Cantar só Cantar
Maria de Fátima Méres de Morais

BRASIL

Imagem
Brasil, acorda vem tomar café
Não seja menino teimoso
Não cruze os braços nervoso
Não brinque de se esconder

Brasil, não finja que não escutou
Senta aquí, vamos conversar
isto é sério, eu quero te ajudar

Brasil, só quero o teu bem
Porque insiste em me desprezar
Tantos anos juntos e ainda não me conhece?
Esqueceu que sou tua amiga?
Puxa vida, para de birra
Me dá um abraço, um beijo gostoso...

Brasil, divide comigo seus pesos
Não precisa disfarçar
Me mostrar suas feridas
sei que está doendo
Vou fazer um curativo
vai melhorar

Olha Brasil, me contaram que estão tramando contra você
Não precisa ter medo, não se desespere
Aconteça o que acontecer
estarei sempre ao teu lado
Não precisa agradecer
Afinal de contas, prá que servem os amigos?

Venha Brasil, me dê sua mão
Em nome dos velhos tempos
Vamos correr pelos campos
brincar nos riachos
subir nas árvores
andar nas florestas
escalar montanhas,
tomar banho de mar
e dormir olhando as estrelas

Te amo Brasil!
Nunca deixei de te amar
Apesar de no…

HERÓI DO SERTÃO

Imagem
Roda mundo
Roda estrada
Na boléia do caminhão
Sol queimando sua face
Comendo poeira
Sobe morro
Desce ladeira
Lá vai o Peão!


Mãos calejadas do chão
Sua alegria é enchada
Marmita requentada
Verdadeiro pão suado
Liga Não,
Isso é vida de Peão!

Reza no final do dia
Rede prá balangar
"Radim" prá escutar
Antes da noite acabar
Sonha, como todo bom Brasileiro
Um dia vou "enricá"
êh Peão!
Seu destino é trabalhar
êh Peão!
Herói do Sertão!

Maria de Fátima Méres de Morais

CHORAR E AMAR

Imagem
Cada um chora como sabe chorar

                                  Mas o que é
                                                    chorar?

Chorar não é apenas derramar lágrimas
Liquidificar emoções
Consolo dos fracos
Defesa de criança
Discurso de poeta
Verso de canção

                                   Jesus Chorou!

Chorar é traduzir em gotas
os mistérios do coração
É falar com os olhos
Remédio prá alma
Explosões de sentimentos
Sinceridade
Senssibilidade
Humildade da razão

                                   Só Jesus sabe o que é Chorar
                                 Só Ele pode nos ensinar a Chorar de verdade


Cada um ama como sabe amar

                                  Mas o que é
                                                    amar?

Amar é mais que ter alguém em quem se pensar
É mais que se entregar a uma paixão
Que se envolver
Lutar
Construir castelos ...

Amar, talves seja:
Dividir seu último pedaço de pão
com quem não tem nenhum
Estender a mão ao que precisa
não importando q…

CHEIRANÇA

Imagem


Olha o dia vem sorrindo
e com ele vai surgindo
o cheiro de infância
e a doce esperança
de voltar a ser criança

De brincar com minha primeira boneca
fazer comidinha de capim
tocar as rosas no jardim
e cantar com o bem-te-vi

Amarelinha e pega-pega
comer bolinhos de mel
contar estrelas no céu
e fazer chuva de papel

Numa poça de água no quintal
num barquinho de jornal
sair a navegar
e sentir o gosto do mar

Correr atrás de borboleta
colher flor de laranjeira
e sem sair do chão
voar e voar

ouvir canto de sabiá
adormecer e sonhar
sonhar e sonhar

Maria de Fátima Méres de Morais

SOMOS NÓS

Imagem
Sou manhã de cachoeira
Mel de castanheira
Brisa de palmeira
Sou noite de luar


Sombra no sertão
Bruma de verão
Brincadeira de peão
Sou filha desse chão


Pedra na ladeira
Vento de capoeira
Flecha de atiradeira
Sou fumaça
Sou poeira


Sorriso de criança
Verso de cordel
Pedacinho de céu
Dia de festança
Sou a mão que te balança


Sou apenas uma voz
Sou Eu
Sou Você
Somos Nós!!!!!!!!!

Maria de Fátima Méres de Morais


Destino

Imagem
Sai pela estrada
Vestida de estrelas
Com as mãos pingando ilusões
Calçada de canções

Comecei meu êxodo
Em busca da Cidade Esperança
Cavalguei sem parar
Em montanhas de paixões
Vales de decepções
Desertos de saudades
Florestas de traição

A cidade estava bem distante
Mas eu precisava chegar
Beber suas poesias
Comer suas alegrias
Brincar de sonhar

Vestida de amor
Correrei entre as flores da sabedoria
Sentirei a brisa da harmonia
E o pássaro liberdade
Será minha eterna companhia

Maria de Fátima Méres de Morais

SimpliCidade

Imagem
As cidades não mudam!
Mudamos nós!
Somos eternas "Super Novas" em constantes explosões
Como partículas que se ajuntam
secando montanhas, florestas e mares
Somos vidas secas, ruas sem saída, náufragos sem ilha
Perdidos em nossas Gaiolas, esquecemos como é voar!
Prisoneiros de nossos pensamentos, esquecemos como é cantar!
Não precisamos de novas cidades
Precisamos de novas pessoas
Que construam juntas uma "SimpliCidade"
Sem portas, sem janelas
Sem muros, sem portões
Cidades que sejam eternos Ninhos de aconchego e abrigo
ao mais errante dos passarinhos


Maria de Fátima Méres de Morais

DONA DE TUDO / DONA DE NADA

Imagem
Já perdi muitas coisas nesta vida. Se contar ninguém acredita.
Perdas inestimáveis!!! Lembro-me de quando perdi meu primeiro GUARDA-ROUPA;
que lástima, tinha que guardar minhas roupas em caixas e,
por mais que me esforça-se, elas sempre ficavam muito amassadas.
Depois perdi meu QUARTO; algumas CASAS e APARTAMENTOS. Perdi RUAS, BAIRROS e ESTADOS.
Perdi vários LAGOS, RIOS, MONTANHAS e VALES, dois MARES e até um OCEANO. Estou perdendo aos poucos CONTINENTES, ESTRELAS, CONSTELAÇÕES, GALÁXIAS e MUNDOS DISTANTES. Foi quando me dei conta que nada era meu de verdade.
Eu tenho o UNIVERSO em minhas mãos...
Mas é só emprestado.


Maria de Fátima Méres de Morais

LUA DE LUAR

Imagem
Lua de Papel Pedacinho de Céu Lua de Sonhar
Lua de Bordar Pedacinho de Mar Lua de Amar
Lua de Pinhão Pedacinho de Chão Lua de Cantar
Lua de Cocar Pedacinho de Ar Lua de Festejar
Lua de Marfim Cheiro de Jasmim Só prá me Alegrar
Óh Lua, eu não sei falar Luanês Eu só sei que sou seu Freguês Lua de Rodar Lua de brincar Lua de Luar
Lua de Cristal saio pro Quintal só prá te Namorar
Lua de Caminhante Sou teu Errante Um dia vou te Encontrar
Lua de Poeta Fala com leveza Só prá me Encantar
Lua de Infância Corro feito Criança Só prá te Pegar

Maria de Fátima Méres de Morais