Eternamente





Posso perder o chão
as montanhas
um sonho
um desejo
uma paixão

Podem me tirar a alegria
os campos coalhados de margaridas
o céu
os pássaros
os mares
a sombra fresca de uma árvore

Posso esquecer minha infância
o toque suave de uma criança
abraços de amigos
o consolo da chegada

Mas nunca esquecerei teus olhos
suas mãos acenando
esboçando um adeus
no dia da tua partida


Maria de Fátima Méres Morais


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AQUELA ÁRVORE

PAI

ILUSÃO