quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Acúmulo



Sou uma porta
aberta ao infinito
passagem de centenas e milhares
acúmulo de incontáveis gerações

Experiência de tantos
começando e recomeçando
um ciclo interminável
de eus
perguntas e respostas
(não necessariamente nessa ordem)
atravessando a história
sem começo
sem fim

Tudo de nada
Nada de tudo
confuso
absurdo
etéreo
efêmero
obtuso
pouco
muito

estou aqui  e já não sou
e quando não estiver
estarei


Tão diferente
Tão igual

Maria de Fátima Méres Morais

Nenhum comentário:

Postar um comentário