domingo, 31 de agosto de 2014

ACORDAR



Acordar!!!!!!!!!!!!

Um canto em minha mente
Acordei dormente
cheia de sons e cores
plena de seus sabores
Agora sei menos
com sensações de mais
Pensando em tudo
Pensando em nada
Murmúrios fluentes
Vou sair para olhar
Vestida de coragem
A procura de ilusão
Sempre lembrando
de não me esquecer
que amanhã está tão distante
quanto ontem,
Só o hoje está ao meu alcance
Vou aproveitá-lo sem desperdiçar
Beber até sua última gota
sombrear-me de alegria
esparramada sobre os encantos
da mais doce chuva
despertando meu instinto caçador
transmutado em desbravador
dos mundos descobertos
cobertos de outros mundos
cíclicos ou ascendentes
 insólitos ou  corriqueiros
paralelos ou perpendiculares
complexos, inatingíveis
imperceptíveis, ínfimos,
estratosféricos
Embriagar-me do dia
E me deixar ficar.

Por: Maria de Fátima Méres Morais

Nenhum comentário:

Postar um comentário