domingo, 16 de abril de 2017

AMARES



Amor casual
não cabe no peito
começa em janeiro
termina em fevereiro
antes do carnaval
Amor fantasia
pura alegria
informal, opcional
sem mudança ou cobrança
deleite, relance
romance
não faz mal
Amor passageiro
passa ligeiro
deixando de herança
doces lembranças
Amor bandido
contido, sofrido
sem compromisso
acaba em ferida
briga, vendaval
Amor de jornal
notícia importante
dura um instante
no dia seguinte
perde seu propósito original

Amor amigo
sensível, conforto, abrigo
 dura toda uma vida
não se contamina
sentimento natural
perto ou longe
é sempre leal

Amor verdadeiro
não é perfeito
aceita defeitos
é barco pesqueiro
em alto mar
é som de berrante
anuncia, orienta
se ouve a distância
não há como negar
não fingi
não inventa
não brinca de amar.

Por: Maria de Fátima Méres de Morais

Nenhum comentário:

Postar um comentário